São Paulo: “Leco foi cereja do bolo” em problemas financeiros do clube, analisa Tironi

Leco foi a cereja do bolo nos problemas financeiros do São Paulo, diz jornalista. (Foto: Reprodução)

Nos últimos dias, foram divulgados alguns dos planos do São Paulo em relação à próxima temporada. Um dos entrevistados do Flow Sport Club ao lado de Arnaldo Ribeiro, o jornalista Eduardo Tironi explica que os problemas financeiros do Tricolor tiveram seu auge na Era Leco.

Você conhece o canal do Nação Tricolor no YouTube? Clique e se inscreva!

Em entrevista, Lugano explica bronca do VAR: “Não foi para trazer justiça, e sim um ato político”

De acordo com o jornalista, o São Paulo viu a dívida aumentar de forma consistente na presidência de Carlos Augusto de Barros e Silva, com contratos de eficiência duvidosa. Para tanto, cita a questão de Pablo.

“O Leco foi a cereja do bolo, a pá de cal. Na administração dele, as coisas degringolaram de vez. É dívida para caramba. Contrato com o Pablo, em que se ele pisar na grama tem aumento. Essas coisas. Foi um desastre total da última administração”, explica Eduardo Tironi durante participação no Flow Sport Club.

Para o jornalista Eduardo Tironi, o processo de degradação vem desde os tempos do tricampeonato brasileiro. De lá para o Tricolor só houve problemas financeiros.

“Mas o processo de degradação do São Paulo vem desde o tri (do Brasileirão). Estava lá o Juvenal como presidente, não tinha outro cara como consenso. Ele muda o estatuto e ganha mais uma reeleição e a partir daí foi ladeira abaixo. Não é tão difícil assim desmontar um negócio. Basta ver o exemplo do Grêmio agora. Ele vai cair com pouca dívida, com um time que não é ruim e está estruturado. Então, a conversa era se o São Paulo ia ser o Bayern na época do tri”, explica Tironi.