Com pior campanha em 60 anos, São Paulo vê rivais dispararem e se complica em tabela do Paulistão

Rogério Ceni detona atuação do São Paulo em Bragança. (Foto: Twitter do São Paulo)

O jejum de vitórias do São Paulo no ano tem sua primeira consequência direta no Paulistão. Sem entrar em campo no final de semana graças ao jogo adiado contra o Palmeiras ter sido postergado para o dia 10 de março, o Tricolor entrou na zona do rebaixamento da competição.

Colunista vê Miranda como vítima em proposta de jogo do São Paulo

“O time da sono”, Arnaldo Ribeiro desabafa e critica time e comissão do São Paulo

O Alviverde vai disputar o Mundial de Clubes nos Emirados Árabes Unidos nesta semana. Então, seu jogo contra o Tricolor, no Choque-Rei que seria disputado no Morumbi ontem (06), não aconteceu. Por isso, com a combinação de resultados do final de semana, o Tricolor entrou na zona do rebaixamento da competição. A questão foi sacramentada com a vitória do Água Santa por 1 a 0 contra o Novorizontino, em Diadema.

O time do Água Santa não tinha ponto, mas conquistou três e superou o Tricolor. O Novorizontino, com um ponto, perde nos critérios de desempate para o São Paulo e segue na última colocação no torneio. O Tricolor, por sua vez, tem apenas um ponto ganho em nove disputados. A derrota contra o Red Bull Bragantino se soma à derrota para o Guarani e o empate diante do Ituano.

Vale lembrar que o Paulistão é estruturado com quatro grupos de quatro times cada. Em que cada time grande está num grupo e não enfrenta os adversários daquela chave. No grupo B, o São Paulo está atrás de Ferroviária, com cinco pontos, e São Bernardo, com quatro. Em terceiro lugar, com um ponto apenas. Só o próprio Novorizontino está atrás do Tricolor.

A tabela geral, definida por ordem de pontuação, é que define os dois rebaixados do torneio. Neste caso, o Tricolor está em 15º lugar. Sem chances para se recuperar no final de semana, o São Paulo terá quase uma semana para se preparar em busca da primeira vitória no ano diante do Santo André na quarta-feira, às 19 horas, no Morumbi.

São Paulo tem sua pior campanha em 60 anos no Estadual

Desde 1960, o São Paulo não sabia o que era começar tão mal o Paulistão. Atual campeão da competição, o Tricolor vive às voltas de um momento em que não está no melhor momento físico e ao mesmo tempo precisa colocar os melhores jogadores em campo porque não vence.

É um dilema que precisa ser superado porque um quarto da fase de classificação já passou e o clube, por ora, só tem decepcionado seu torcedor. Terá a chance de se redimir diante do Ramalhão e com o apoio de seu torcedor.