“Pode render até processo”: Neto ‘amassa’ Daniel Alves ao vivo e declaração repercute no São Paulo

Foto: Reprodução/Band - Apresentador usou palavras fortes ao falar sobre o caso do ex-lateral do São Paulo.

O torcedor do São Paulo não gosta nem de ouvir o nome de Daniel Alves, especialmente pela forma como o lateral saiu do Morumbi, deixando uma dívida de R$ 25 milhões (houve um acordo para pagamento em 60x de R$ 400 mil) e não deixando saudades. Depois que retornou da Copa do Mundo no Catar, o medalhão se envolveu em uma grande polêmica ao ser acusado de estupro em Barcelona.

“Aconteceu isso hoje”: Situação de Reinaldo no Grêmio ‘azeda’ e chega ao São Paulo

Você conhece o YouTube do Nação Tricolor? Clique aqui e inscreva-se no canal para ter notícias sobre o São Paulo

Enquanto as investigações estão sendo feitas, o veterano segue preso. Após retornar de férias, Neto, apresentador do programa “Os Donos da Bola”, usou palavras fortes ao falar pela primeira vez sobre o caso, ao vivo, nesta segunda-feira (6):

Neto ‘desce a lenha’ no ex-lateral do São Paulo:

“Eu deixei para falar do Daniel Alves hoje aqui. Primeiro, sobre a CBF que não fez nenhuma comunicação sobre o jogador que o Tite convocou para Seleção Brasileira. Ele (Daniel Alves) arrebentou com o São Paulo. Lugar de estuprador é na cadeia. É o pior ser humano de todos”, declarou Neto, completando:

“Quatro versões mentirosas. Você, Daniel Alves, é um estuprador. Se você por acaso não for condenado, me processe. Não tem problema nenhum. Em 2021, tivemos no Brasil um estupro a cada dez minutos. Eu quero que a carreira dele se exploda. Eu quero que ele se exploda. Aqui estamos acostumados a não pensar na vítima”, salientou o comunicador, que não parou por aí:

“Que dó da mãe, do pai e da avó da menina. Ela tem 23 anos. Ela não quer um centavo. Eu penso diferente. Tinha que tomar tudo desse cara. Vocês que fizeram matérias com ele (Daniel Alves), vocês não são cumplices, mas vocês não tem a visão que eu tenho do ser humano, da mulher, da mãe e do pai. Aqui nesse país, só em 2021, tivemos 56 mil estupros”, lamentou o ex-jogador, finalizando:

“Quem estupra, é quem está perto da criança. Eu tenho que mostrar para você que quando seu filho for fazer teste em um time de futebol, cuidado para ele não ser molestado ou para que não usem sexo para ele passar no teste para ser jogador de futebol”, concluiu.