São Paulo encaminha empréstimo de lateral “que resolveria problemas” ao Athletico

Bruno Alves e Luís Orejuela deixaram São Paulo por empréstimo ao Grêmio no início do ano. (Foto: Twitter do São Paulo)

O Athletico Paranaense tem buscado no São Paulo a solução para seus problemas na temporada 2022. Depois de Vitor Bueno e Pablo, o Furacão encaminhou a contratação de mais um jogador com passagem no Tricolor recentemente.

Presidente do São Paulo explica importância da dupla Muricy e Ceni para clube e revela erro em contratação ídolo

Você conhece o YouTube do Nação Tricolor? Clique aqui e inscreva-se no canal para ter notícias sobre o São Paulo

O colombiano Luís Orejuela caiu rapidamente no apreço do Grêmio e, em oito jogos, já foi descartado pelo técnico Roger Machado. O Tricolor Gaúcho contratou dois laterais-direitos e vai se desfazer do atleta, que chegou por empréstimo. A ideia de que o atleta com boas características físicos, potencial ofensivo e passagem pela Seleção de seu país, além do fato do São Paulo tê-lo liberado com facilidade caiu por terra rapidamente.

O Grêmio notou que o rendimento do atleta estava aquém do esperado e buscou nomes como Edílson, que já passou pelo clube, e de Rodrigo Ferreira, que estava no Mirassol, para suprir a saída do jogador. Orejuela trabalha os últimos detalhes para ser reforço do Athletico.

O São Paulo e o Athletico negociam um empréstimo até o final do ano, com opção de compra, que está sob sigilo. O negócio é parecido ao que o Grêmio havia firmado com o Tricolor. Portanto, a cessão do atleta será mediante a divisão no pagamento dos salários e também o recebimento de um valor maior vinda por parte do Furacão.

São Paulo contratou Orejuela como “solução” e viu jogador perder espaço

Na temporada passada, o São Paulo contratou Orejuela como a solução dos problemas da lateral-direita por R$ 13 milhões. Ele chegaria para ocupar um espaço que já não era ocupado por Daniel Alves, que jogava prioritariamente pelo meio.

Mas em dado momento da temporada, Crespo convenceu Daniel a voltar para a ala e Orejuela caiu em desgosto no time. Jogava pouco e, quando ia a campo, performava mal. Por isso, ficou atrás também de Igor Vinícius no time. Neste ano, o Tricolor apostou em Rafinha para a função.