Veja como decisão de paralisação do Paulistão afeta temporada do São Paulo

Clássico do Paulistão entre São Paulo e Santos foi último jogo do Tricolor antes da paralisação do campeonato. (Foto: Twitter do Santos)

A Federação Paulista de Futebol decidiu atender à decisão do Governo do Estado de São Paulo e, portanto, adiou as rodadas cinco, seis e sete do Paulistão. Isso, claro, enquanto durar a fase emergencial do chamado Plano São Paulo, para conter o avanço da pandemia de coronavírus.

Em nota publicada logo após a reunião entre a Federação Paulista, os Sindicatos dos Atletas, dos Árbitros e dos Treinadores, além dos 16 clubes da Série A-1, ficou decidido que o futebol será retomado a partir do dia 31 de março. Em contrapartida, a FPF decidiu que o campeonato será finalizado na data prevista inicialmente. Ou seja, 23 de maio. Logo, os times, sobretudo os grandes, vão passar apuros de acordo com a organização da tabela.

Isso porque o São Paulo está na fase de grupos da Libertadores. Para cumprir com o que a Federação Paulista em relação ao Paulistão, o Tricolor teria que jogar três vezes por semana para, assim, finalizar a primeira fase do torneio no começo de maio. Só que em abril, o Tricolor inicia a disputa do torneio sul-americano em seis semanas seguidas, de maneira consecutiva.

Portanto, a tabela vai empilhar jogos do São Paulo pelos próximos meses. Desde que haja, contudo, uma melhora no número de casos e de mortes no Estado.