“Se não, tinham saído”: Casares aponta ‘culpado’ no São Paulo por não vender Nestor, Pablo Maia e Welington

Fotos: Rubens Chiri/São Paulo - Meio-campista vem sendo extremamente criticado neste início de 2023.

Já não é surpresa para nenhum torcedor o fato de que o São Paulo, mesmo tendo diminuído um pouco sua dívida no último ano, ainda passa por momentos extremamente delicados financeiramente, precisando tomar muito cuidado com investidas no mercado para não se perder totalmente.

SBT prioriza São Paulo nas transmissões da Copa Sul-Americana e torcidas rivais ficam ‘iradas’ nas redes sociais: Veja

Você conhece o YouTube do Nação Tricolor? Clique aqui e inscreva-se no canal para ter notícias sobre o São Paulo

Sabendo disso, anunciar a venda de jovens é sempre algo que acaba sendo necessário, mas o presidente Julio Casares deixou claro que um “culpado” fez com que nomes como Rodrigo Nestor, Pablo Maia e Welington ainda seguissem como jogadores do Tricolor nesta temporada, mesmo que exista a intenção de vendê-los futuramente.

Quando tivemos propostas para Welington, Pablo e Nestor, seguramos porque estávamos aguardando a receita do Antony; se não, venderia os três, não tinha jeito“, revelou o dirigente. 

São Paulo faturou uma “bolada” recentemente:

Na época, a transferência do atacante, saindo do Ajax, da Holanda, para o Manchester United, da Inglaterra, foi de suma importância para ao time do Morumbi, que teve direito a cerca de R$ 100 milhões no negócio e, com isso, conseguiu evitar controlar as finanças e adiar as vendas.